Feira de Projetos

Nos dias 11, 12 e 13 de maio, o nosso agrupamento marcou presença na XIXª Feira dos Projetos Educativos.

A presença do nosso agrupamento começou logo na abertura e inauguração da Feira com a interpretação o Hino Nacional. Esta atividade esteve inserida no âmbito das comemorações dos 40 anos da Constituição da Republica.

Sobe o tema “30 anos de Escola José Afonso”, o nosso expositor apresentou-se à comunidade educativa e ao público em geral uma mostra de trabalhos desenvolvidos ao longo do ano, recebendo rasgos elogios de diferentes entidades e pessoas em particular.

 

 

25 de abril

Portugal celebra, no próximo dia 25 de abril, mais uma madrugada em Liberdade!

“ Não sei se a História tem um fio se

não tem. Mas já de Santarém partiu

o capitão. De negro vem vestido

em cima da Chaimite. Ouves? É o trote

das lagartas. Cavalos e cavalos.

(…)

Verás florir o Tempo. E as armas

desabrochadas: às três da madrugada.”

                                             Manuel Alegre

Às vezes é preciso ter coragem para “ partir a loiça” utilizando uma expressão do agrado do Capitão de abril, Salgueiro Maia.

Liberdade resgatada, porque os homens e as mulheres de Portugal acreditaram.

Acreditaram, que apesar dos sacrifícios varados, da censura do lápis de um azul nada celeste, apesar da mordaça que sufocava no peito as palavras verdadeiras abrigadas nas asas da quimera, um dia pomba branca a voar livre, apesar de cada tortura infligida pelas forças da ordem, de cada soldado caído no Ultramar, apesar das lágrimas sentidas, duras, doídas, apesar do emigrante que “de assalto” corre perigo porque é obrigado a deixar a terra que o viu nascer, porque precisa, porque “o sonho comanda a vida …” e desse sonho, feito esperança de ferro e aço, daquela mesma força que abençoa cada ser na hora de vir ao mundo, dessa força feita vida e justiça, renasceu a Liberdade, vestida de vermelho, sangue dos que lutaram, verde, da esperança, qual projétil veloz e imparável…

Toda a escola, o Agrupamento, celebra esta data, que alguns meninos associam a um abençoado feriado, em tom de brincadeira… é bom ser-se criança, jovem, e sê-lo em liberdade!

O dia 25 de abril terá, forçosamente, de ser mais do que um feriado, por isso, celebramos o mesmo com acrescida responsabilidade pedagógica e de construção de uma consciência cívica e política de carater imperativo e fundamental para a preservação da memória histórica e de todos os valores inerentes a uma palavra LIBERDADE, que é muito mais do que ela própria, substantivo feminino, fica-lhe bem a imagem da que “dá à luz”, da madrugada que vê nascer um outro país e “ escrever verdade sem outra mistura”.

25 de Abril

“ Esta é a madrugada que eu esperava

O dia inicial inteiro e limpo

Onde emergimos da noite e do silêncio

E livres habitamos a substância do tempo.

Sophia de Mello Breyner Andersen

 As Palavras

 “ São como um cristal,

as palavras.

Algumas, um punhal,

um incêndio.

Outras,

orvalho apenas.”

Eugénio de Andrade

 Não basta fazer nascer, ou renascer, é preciso cuidar desta flor que desabrochou em abril, uma conquista em movimento eterno. Cuidar com amor, carinho, dedicação, perseverança, intervenção e combatividade, já dizia o poeta, “ antes quebrar que torcer “.

“ não me digas que nunca sentiste

uma força a crescer-te nos dedos

e uma raiva a nascer-te nos dentes. “

                                        Sérgio Godinho

 Ao investirmos na formação e educação das futuras gerações, estamos a tratar dessa flor, pois só o conhecimento nos humaniza e nos eleva acima do egoísmo, da hipocrisia e da tacanhez que nos empurra para a escuridão.

Mas, é abril!!, falemos da Liberdade, da Luz, da Razão e do Conhecimento, do Humanismo, da Poesia e dos Poetas, das Canções e dos homens e mulheres que fizeram abril acontecer.

 “ Disse a primeira palavra

na madrugada serena

um poeta que cantava

o povo é quem mais ordena “

                               Ari dos Santos

 

E se fosse eu?

 

 Abril chegou!

A felicidade tem sempre um perfume especial… esta cheira a cravos vermelhos!!!

Após 48 anos de ditadura, e descontentes com a política de continuidade de Marcello Caetano, os militares organizaram-se num movimento que conduziu à Revolução do 25 de Abril de 1974.

O MFA ( Movimento das Forças Armadas ) contou com o apoio da população e pôs fim ao Regime do Estado Novo.

A Revolução do 25 de abril de 1974 tinha como guia o Programa do MFA e desencadeou o processo de democratização da sociedade portuguesa, em que:

- as estruturas repressivas ( PIDE/DGS) e os orgãos de apoio ao regime foram desmantelados;

- A censura foi abolida;

- foram libertados os presos políticos e os exilados ( entre os quais o líder socialista Mário Soares e o líder comnista Álvaro Cunhal ) puderam regressar ao país;

- foram autorizados os partidos políticos e os sindicatos para a função pública;

- foi negociada a independência das colónias;

- foram organizadas eleições livres para a formação de uma Assembleia Constituinte (1975 ), que aprovou  a nova constituição da República de 1976. Esta Constiuição consignou uma nova organização democrática e pluralista do Estado, que permitiu eleições livres, a independência dos orgãos de soberania, a descentralização e a autonomia regional e o reforço do poder autárquico.

      Durante o mês de abril e primeira semana de maio estarão expostos no espaço BE/CRE trabalhos realizados por alunos da nossa escola no sentido de relembrar os valores da Revolução de abril, os seus objetivos, os seus protagonistas, e transmitir à comunidade escolar a importância da MEMÓRIA HISTÓRICA e da celebração dessa mesma memória através de pequenos trabalhos, eventos, atividades, para que se perpetuem os valores da liberdade e da igualdade e para que os mesmos nunca sejam esquecidos!

 

 Exposição I Grande Guerra

 

 

Campanha Cabaz de Natal

Mais um ano, mais uma campanha de recolha de alimentos. Foram recolhidos alimentos que permitiram a doação de 8 cabazes. A toda a comunidade educativa o nosso obrigado.

 

 Cabazes de Natal

Mais um ano decorreu a campanha de solidariedade "Cabazes de Natal". O Agrupamento agradece a todos os que participaram nesta campanha e contribuíram para dar um pouco de alegria ao Natal de seis famílias. A todos muito obrigado.

 

Semana Reflorestação Nacional

O nosso Agrupamento aderiu ao movimento “Vamos reflorestar Portugal” e com a colaboração da divisão do Ambiente da Câmara Municipal da Moita, plantamos 9 árvores da floresta autóctone. Este acontecimento teve lugar no dia 26 de novembro na presença de cerca de 80 alunos, 5 professores e 1 assistente operacional. Um bem haja para todos os que contribuíram para o sucesso desta iniciativa.

 

 

Bandeira Verde Eco-Escolas

Estamos de parabéns!  

Fomos Galardoados com a Bandeira Verde Eco-Escolas 13-14!
Este é o reconhecimento do trabalho e empenho das Escolas do Agrupamento!
Vamos continuar a garantir a participação das crianças e jovens na tomada de decisões, envolvendo-os assim na construção de uma escola e de uma comunidade mais sustentáveis.
Agradecemos…
Saudações ecológicas!

 

Projeto Fénix

Arraial Escola EB 23 José Afonso

Feira do Foral - 7ª Feira Medieval de Alhos Vedros

O grupo La Folia esteve presente na  VIIª Feira Medieval de Alhos Vedros e apresentou um concerto de música  medieval na igreja Matriz S. Lourenço Alhos Vedros. Elogiado pelo público, presente, muitos foram as felicitações e votos para que o grupo continue. O programa foi o seguinte:

  • Programa
  • Santa Maria - Anónimo Séc. XIII
  • Infante - J. C. Godinho
  • Já não podeis ser contentes (cantiga – Cancioneiro de Elvas) - Anónimo Séc. XVI
  • Se do mal que me quereis  (cantiga – Cancioneiro de Elvas) - Anónimo
  • Venid a sospirar (terceiro – Cancioneiro de Elvas) - Anónimo
  • Belle que tiens ma vie - Thoinot Arbeau
  • Porque me não vês Joana (vilancico – Cancioneiro de Elvas) - Anónimo
  • Ay linda amiga - Anónimo Séc. XVI
  • Não tragais bourseguis pretos - Anónimo

 

Feira do Foral - 7ª Feira Medieval de Alhos Vedros

Fonte AVtv 

Feira de projetos educativos

De 7 a 9 de maio ocorreu no Pavilhão Municipal da Moita a XVIIª Feira dos Projetos Educativos. Mais uma vez o nosso agrupamento esteve presente. Foram muitos os que por lá passaram e elogiaram o nosso expositor. Para além da exposição estivemos presentes também no programa de variedades “Músicas dos anos 70” organizados pela Associação de Pais das Escolas da Moita, Fragata do Tejo e José Afonso.
A todos os que contribuíram para mais um sucesso o nosso muito obrigado.

Comemorações dos 40 anos do 25 de Abril

No ano em que se comemoram os 40 anos da Revolução dos Cravos e, apesar das condições atmosféricas não terem permitido que esta atividade se realizasse no dia 24 abril, os alunos do sexto ano de escolaridade do Agrupamento de Escolas José Afonso distribuíram, no dia 30, aos habitantes da nossa Vila, cravos vermelhos, elaborados por eles, sob a coordenação do Departamento de Ciências Sociais e Humanas, com a colaboração de um conjunto de Docentes que acompanharam os alunos pelos vários locais a visitar.

Relembrar, avivar e continuar a defender as conquistas de abril, bem como os Direitos adquiridos pelos Trabalhadores ao longo dos tempos, sensibilizar os nossos alunos para a importância de valores cívicos tão nobres como: a Liberdade, a Amizade e a Fraternidade são os motivos essenciais que nos levam a manter viva esta atividade de campo e partilhar com a nossa Comunidade Educativa estas nossas preocupações!

Esta atividade decorreu, como sempre, acompanhada de muita alegria e energia contagiante dos nossos jovens que, pelo centro e locais mais emblemáticos da nossa vila, ofereceram sorrisos, cravos vermelhos, encheram de orgulho os seus familiares e ajudam-nos, a todos, a acreditar que o grande desafio para o futuro é: não deixar fechar as portas que abril abriu!

O nosso agradecimento a todos os colaboradores, em particular aos nossos Alunos!

“Músicas em movimento na era da expansão pelo património de Alhos Vedros”

No âmbito das Comemorações dos 500 anos do Foral de Alhos Vedros, no dia 15 de março, realizou-se a atividade, coordenada pelo Agrupamento, Músicas em movimento na era da expansão pelo património de Alhos Vedros”, uma das muitas atividades agendadas para o ano de 2014.
Em articulação com outras entidades, o nosso Agrupamento, mais uma vez, saiu à Rua!
A luminosidade da tarde colaborou, a população disse “Presente” e assistimos a vários momentos ímpares na vida dos nossos alunos, a encarnar personagens que, também, foram singulares na riquíssima História de Portugal.
Junto ao Cais e Moinho de Maré, iniciou-se um percurso de recriação histórica, que culminou junto ao Pelourinho, onde, um enviado de El Rei D.Manuel I leu a todos os presentes a introdução da Carta de Foral, concedida à esta ilustre Vila ribeirinha, no ano de 1514.
Durante o percurso ocorreram várias paragens: Largo do Coreto, Poço Mourisco, Igreja Matriz e Igreja da Misericórdia onde, para além de vários espetáculos (Danças Orientais, Danças Medievais, Coro de Monges Gregorianos e Coro de Donzelas) um narrador contextualizou, historicamente, os locais por onde decorreu o Cortejo.
Esta tarde recheada de momentos históricos, afetivos e emotivos foram resultado de muito trabalho, muita vontade e colaboração de Professores, Assistentes, Alunos, Encarregados de Educação, Autarquias e Organizações da Comunidade. Todos saímos vitoriosos!
O espírito de quem participou e assistiu a todo este Evento era, certamente, de missão cumprida, de orgulho em ser cidadão ativo e participativo neste Agrupamento que tanto tentamos dignificar; nesta Vila à qual temos tanto prazer em pertencer e neste País, no qual queremos ter orgulho em continuar a trabalhar e desenvolver!
Um obrigado muito especial aos nossos Alunos!

Exposição - "Património Histórico de Alhos Vedros"

No dia 8 de março o nosso Agrupamento inaugurou no Moinho de Maré a exposição “Património Histórico de Alhos Vedros”. Estiveram presentes na inauguração, alunos e seus familiares, entidades oficiais e a comissão das comemorações dos 500 anos do Foral concedido à vila de Alhos Vedros.
Relembra-se que a exposição estará patente até ao dia 22 de março. Pode ser visitada aos sábados das 14.00 às 18.30h, ou por marcação prévia através do telefone nº 210817048 da Câmara Municipal da Moita.
Convidamos, ainda, toda a comunidade educativa para assistir ao espectáculo dinamizado pelo Agrupamento que se vai realizar no dia 15 de março, pelas 15.00h, junto ao moinho de maré. Trata-se do evento cultural “Músicas em movimento na era da expansão pelo património de Alhos Vedros”.

 

Concurso - DESCOBRIR ABRIL’74

Regulamento aqui >>

Feira do Livro

Informa-se que irá decorrer uma feira do Livro entre os dias 10 e 14 de março na Biblioteca da E.B. 2/3 José Afonso.

Semana da Leitura

Exposição - "Património Histórico de Alhos Vedros"

 

 

 

 

 

 

Maçã dos Afetos

Hino da Fruta

2ª Gala do Agrupamento de Escolas José Afonso

500 anos de Foral

Tem início, neste mês de Dezembro, o programa comemorativo dos 500 Anos do Foral de Alhos Vedros que se vai prolongar até 2015.
A apresentação pública das Comemorações, seguida da apresentação do livro “Foral de Alhos Vedros (1514)” marca o início deste programa, no dia 15 de dezembro, às 15:30h, no Moinho de Maré. Encontros sobre história e património, exposições, colóquios, espetáculos de música e dança, desfile histórico e etnográfico, Feira Quinhentista e outras animações, são outras iniciativas previstas.

Mais informações aqui >>>

Hour of Code - Portugal - 9 a 15 de dezembro de 2013

O nosso Agrupamento está a participar no evento mundial - Hour of Code. siga o evento aqui Hour of Code. Ou participe aqui>>>

A história do Natal na Fonte da Prata

 

Um olhar sobre o património local

No âmbito do projeto Comenius Regio e aproveitando a visita de alguns professores e cineastas espanhóis, a nossa escola organizou uma pequena exposição, sobre “Um olhar sobre o património local”. Dividida em três sessões, podemos observar o Pelourinho, a Igreja matriz e o Brasão. Podemos observar de igual modo outros objetos da época como traje militar espada, escudo, caravelas, relógio do sol, etc. Esta exposição é o início das comemorações dos 500 anos do Foral de Alhos Vedros. (ver registo fotográfico).

 

Comenius Regio 2012

No biénio 2012 - 2014 irá decorrer o programa Comenius Regio 2012 com a participação das Câmaras Municipais de Bordils e da Moita, a Escola de Bordils e o Agrupamento de Escolas José Afonso, e as associações A Bao A Qu e Os Filhos de Lumière.

A plataforma do projeto pode ser consultada aqui>>

S. Martinho

Todos os estabelecimentos de ensino comemoraram o dia de S. Martinho com várias actividades. O verão de S. Martinho convidava todos os presentes a assinalar este dia de uma forma bastante entusiasta. Assar castanhas e batatas-doces, confecção de doce de abobora, poemas e ilustrações sobre o tema, jogos tradicionais, foram algumas das actividades realizadas neste dia.

 

Um olhar sobre o património local

No âmbito do projeto Comenius Regio e aproveitando a visita de alguns professores e cineastas espanhóis, a nossa escola organizou uma pequena exposição, sobre “Um olhar sobre o património local”. Dividida em três sessões, podemos observar o Pelourinho, a Igreja matriz e o Brasão. Podemos observar de igual modo outros objetos da época como traje militar espada, escudo, caravelas, relógio do sol, etc. Esta exposição é o início das comemorações dos 500 anos do Foral de Alhos Vedros. (ver registo fotográfico).

 

Dia da Alimentação

O nosso Agrupamento assinalou o dia 16 de Outubro – Dia da alimentação. Durante esta semana os alunos dos vários estabelecimentos de ensino e escola sede produziram Rodas alimentares, provaram doces desportivos (fruta), assistiram a conferências. Esta iniciativa esteve a cargo dos professores de ciências e pelo projecto de educação para a saúde e educação sexual.

 

Concursos Docentes 2013 / 2014

Consulte aqui as informações sobre concursos de docentes a decorrer para o Agrupamento de Escolas José Afonso. aqui»»

Heróis da Fruta

As turmas C22 e D22 da Escola Básica de Alhos Vedros nº2 são finalistas com o seu hino da fruta.

 

Mega Sprint distrital

Os alunos do Agrupamento partiiparam na atividade do Mega Sprint do Desporto Escolar.

Dia dos Afetos

O nosso agrupamento respondeu ao desafio lançado pela Delegação de Saúde para comemorar o Dia dos Afetos. Cada escola do agrupamento produziu uma uma maçã onde escreveu mensagens, poemas sobre a afetividade. A partir do próximo dia 25 de fevereiro as nossas maçãs irão viajar até Alcobaça para uma exposição.

 

Projeto Rio é Vida no "Project Earth®"

 

Mais informações aqui

e no Facebook

Corta mato Distrital

O corta mato distrital, promovido pelo Desporto Escolar, decorreu no dia passado dia 6 com a participação dos nossos alunos.

<<< Página1 Página 2 Página3